top of page
Buscar

Como funcionará o mercado imobiliário no metaverso.

Atualizado: 3 de mai. de 2022

O metaverso tem se tornado assunto cada vez mais comentado entre as pessoas, inclusive entre quem já pode sonhar em viver dentro dele. Considerando novas formas de se gerar valor a um ativo digital, o mercado imobiliário passa a fazer parte da discussão entre aqueles que têm interesse em ser proprietários e lucrar dentro do novo universo que integra mundo real e virtual.

Em primeiro lugar, a especulação imobiliária e a valorização daquele terreno no futuro. Em seguida, a possibilidade de compra de terras para locação e realização de eventos dentro do metaverso. E, por fim, a oportunidade de se criar negócios que geram receitas e podem se tornar cada vez mais rentáveis.

A ideia de investir no mercado imobiliário digital chama ainda mais atenção quando empresas e pessoas públicas também apostam nisso, como é o caso da Meta e Nike. Até mesmo alguns artistas já estão investido milhões de dólares em terrenos e casas.

Embora a ideia de ter um imóvel virtual possa parecer estranha em um primeiro momento, os usuários têm se adaptado e investido, inclusive, em acessórios e móveis para a casa, ainda que sejam objetos digitais. Além disso, empresas estão apostando nos espaços para realização de reuniões de negócios e conseguindo, desta forma, se conectar com pessoas de diversos países dentro de um imóvel virtual.

Apesar da ideia atrair interesse, adquirir terrenos dentro de uma realidade virtual envolve processos burocráticos. Especialistas entendem que, por se tratar de algo novo, determinados aspectos jurídicos ainda precisam ser adaptados para a nova realidade.

Muitas pessoas procuram experiências virtuais, mas é preciso saber que isso envolve um risco muito grande em comprar imóveis tão caros em um ambiente não real, porém o mercado irá crescer muito, ainda conforme os termos forem se consolidando.


23 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Bình luận


bottom of page