top of page
Buscar

Entenda a história e a geografia da Praia da Daniela

A Praia da Daniela é uma dos destinos que mais recebe visitantes no norte de ilha. A formação geográfica do local, que possui um enorme manguezal e rochedos que invadem o mar, atrai turistas há gerações, mas poucos sabem sobre o processo de formação da Daniela.

Praia da Daniela

Foto: Gabriel Schlickmann


Chamada de Praia do Pontal de Jurerê até meados de 1970, a atual Praia da Daniela teve um processo de formação bem semelhante com o de Jurerê e Jurerê Internacional, e nos dias de hoje carrega o nome da neta do empresário responsável por desenvolver o local.

Pontal da Praia da Daniela

Foto: Reprodução/ tripadvisor.com/ Juliana Soggia


Enquanto era chamada de Praia do Pontal, o local recebia um movimento turístico bem pequeno, já que era destino principalmente de pescadores. Foi então que João Prudêncio Amorim, um empresário vindo de Rio do Sul e que morava em Biguaçu, chegou para mudar o rumo da Daniela. João Prudêncio, quando chegou, abriu uma churrascaria que logo virou ponto de referência, e parte do lucro dessa fama foi utilizado para iniciar no mercado imobiliário, setor que já crescia em Florianópolis com um enorme movimento interno e demanda externa.

Depois de pouco tempo no mercado imobiliário, João entregou à Prefeitura de Florianópolis um projeto de urbanização para a Daniela. Como a região é composta por manguezais e possui um solo lodoso, logo descobriram que seria impossível erguer prédios, e então foi feito o loteamento da região de Balneário Daniela. Junto com esse loteamento vieram planos de urbanização também, mas que demoraram um pouco mais para serem aplicados. De qualquer forma, a organização da Daniela ainda é essa: um distrito residencial, com opções comerciais de moradores locais e muitas belezas naturais.

Praia da Daniela vista de cima

Foto: Reprodução/ tripadvisor.com/ Jean Leite


Geograficamente, a Praia da Daniela é vizinha da Praia do Forte e da foz do Rio Ratones. O local é inclusive palco de um comportamento raro da natureza: o crescimento espontâneo da areia. Isso acontece porque as correntes de água de Canasvieiras trazem uma enorme carga de areia consigo, e essas correntes travam na foz do Ratones, deixando a água e a areia ali paradas. Quando bate o sol, essa água toda some, e assim as dunas da Daniela crescem de pouquinho em pouquinho.

Areia e manguezal na Praia da Daniela

Foto: Reprodução/ tripadvisor.com/ DepoisdaPorteira


Nos dias de hoje, a calmaria da Praia da Daniela é um refúgio da alta demanda que o norte da ilha recebe. A praia tem bem menos movimento e conta com pouca infraestrutura, mas a beleza, a calmaria e a longa faixa de areia que se une com os rochedos hipnotizam quem decide passar o dia na Daniela. E aí, você já conhecia a história e a geografia dessa praia?

Praia da Daniela

Foto: Reprodução/ tripadvisor.com/ Alex




Fontes:




186 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Comments


bottom of page